rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Renamo Moçambique Eleições Autárquicas Frelimo

Publicado a • Modificado a

Ex-Presidente da Assembleia da República minimiza denúncias da Renamo

media
Parlamento moçambicano DR

Em Moçambique, o antigo Presidente da Assembleia da República minimiza as denúncias de fraude e a contestação dos resultados das quintas eleições autárquicas que tiveram lugar nas 53 cidades e vilas autarquias a 10 de Outubro. Eduardo Mulembwe considera recorrente as reclamações do principal partido da oposição.


O antigo presidente da Assembleia da República de Moçambique considera que os resultados oficiais das quintas eleições autárquicas que dão vitória a Frelimo o partido no poder em 44 conselhos autárquicos, oito a Renamo e um ao MDM reflectem a vontade popular e minimiza as acusações de fraude e a contestação da Renamo, principal forca política da oposição.

"Considero de alguma maneira um assunto normal e natural. Não será pela primeira vez que esta contestação surge. Vejam historicamente o que tem acontecido nas outras eleições que tem levado a cabo no país", declarou Eduardo Mulembwe.

Também chefe da brigada central da Frelimo para a província de Maputo, Eduardo Mulembwe garante que apesar da reclamação da Renamo, o seu partido vai governar na Matola; "nós contentamo-nos com aquilo que parece trabalho que foi feito pelos órgãos competentes, neste caso os órgãos eleitorais e estes todos concidadãos, tal como a Frelimo, tiveram os seus representantes nas mesas de voto".

Entretanto, a Renamo contesta a vitória atribuída a Frelimo pelos órgãos eleitorais na Matola na eleição autárquica de 10 de Outubro e já submeteu recurso.

Mais pormenores com Orfeu Lisboa.

Correspondência de Maputo 17/10/2018 ouvir