rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Refugiados Angola República Democrática do Congo Kasai Lunda Norte

Publicado a • Modificado a

Dia Mundial do Refugiado

media
Momento musical num espaço de apoio à criança da Unicef no Dundo Unicef Angola

Assinala-se esta terça-feira o Dia Mundial do Refugiado. Segundo a ONU, o número de pessoas que foram forçadas a abandonar as suas casas atingiu um valor recorde em 2016, com “65,6 milhões de deslocados internos e refugiados”.


Assinala-se esta terça-feira o Dia Mundial do Refugiado, este ano subordinado ao tema: “Com os refugiados. Hoje, mais do que nunca, temos de estar ao lado dos refugiados”.

Segundo a Organização das Nações Unidas, o número de pessoas que foram forçadas a abandonar as suas casas devido à guerra, violência ou perseguição atingiu um valor recorde em 2016, com “65,6 milhões de deslocados internos e refugiados”.

Em Angola, por exemplo, na cidade do Dundo, na província da Lunda Norte, actualmente contabilizam-se mais de 30 mil refugiados. Registadas estão 13 mil crianças. 200 chegaram sozinhas ao Dundo. São provenientes da vizinha República Democrática do Congo e fogem da violência que se vive na zona do Kasai.

Abubacar Sultan, representante da UNICEF em Angola, dá-nos conta das medidas levadas a cabo no Dundo para tentar evitar a propagação de doenças.

Abubacar Sultan, representante da UNICEF em Angola 20/06/2017 ouvir