rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Japão São Tomé e Príncipe Arroz Jorge Bom Jesus Shinzo Abe

Publicado a • Modificado a

STP: Japão aumenta para mais de 3 milhões de dólares a ajuda em arroz

media
Jorge Bom Jesus, primeiro-ministro de São Tomé e Príncipe conseguiu mais de 3 milhões de dólares no Japão para fornecimento de arroz Facebook MLSTP PSD

Regressado domingo do Japão o primeiro-ministro são-tomense Jorge Bom Jesus, anunciou que o governo nipónico vai aumentar a sua ajuda alimentar ao país que passará de 2 para 3 milhões de dólares anuais em fornnecimento de arroz.


De regresso este domingo (1/09) de Okinawa, no Japão, onde participou na sétima edição da TICAD a Conferência Internacional de Tóquio para o Desenvolvimento de África, o primeiro-ministro são-tomense Jorge Bom Jesus anunciou que o governo nipónico vai aumentar a sua ajuda alimentar ao arquipélago.

Maximino Carlos, correspondente em São Tomé 02/09/2019 ouvir

A garantia foi-lhe dada pelo primeiro-ministro japonês Shinzo Abe no seu encontro com Jorge Bom Jesus e o seu valor vai passar de pouco mais de "2 milhões e tal de dólares, para 3 milhões e pico" de dólares anuais, para fornecimento de arroz, que é a alimentação de base da população do arquipélago;

Há anos que, pontualmente, o Japão fornece arroz a São Tomé e Príncipe e a sua receita é utilizada para financiar projectos sociais e comunitários e apoiar o governo na organização de eleições.

Desde 2013 que a questão do arroz tem estado na origem de escandâlos no arquipélago designados "arroz podre" caso do importado dos Camarões, que culminou na acusação em 2015 pela PGR do então deputado do PCD e actual presidente do parlamento Delfim Neves, juntamente com o ex-Ministro do Comércio Demóstenes Pires dos Santos (também do PCD) e Wilson Tavares Monteverde, director administrativo e financeiro desse mesmo ministério.

A importação de 900 toneladas de arroz com fundos públicos e isenção de taxas alfandegárias nos Camarões foi efectuada em 2013 pela empresa Firma Modelo e Alimentação Neves Lda. da qual Delfim Neves era sócio e administrador e que beneficou de uma adjudicação directa, apesar de duas outras empresas terem apresentad propostas no concurso público efectuado.

Os três foram acusados de burla qualificada, abuso de poder e corrupção de substâncias alimentares.

Ajuda ao Sector Pesqueiro

O governo japonês vai também fornecer ao país embarcações semi-industriais para desenvolver a pesca e fomentar o emprego, bem como motores fora de bordo e ainda formações para capacitar alguns quadros no domínio das pescas.