rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

São Tomé e Príncipe Futebol Eleição Polémica

Publicado a • Modificado a

Nino Monteiro reeleito na chefia da Federação são-tomense de Futebol

media
A eleição do presidente da Federação são-tomense de Futebol foi marcada pela polémica. Federação são-tomense de Futebol

A maioria dos clubes de futebol decidiu manter Domingos Monteiro vulgo "Nino" Monteiro, na liderança da Federação São-tomense de Futebol. Com 39 votos a favor, Domingos Monteiro foi reeleito na presidência da Federação são-tomense de Futebol (FSF), a maior instituição desportiva do país.


A reeleição aconteceu esta Terça-feira na Assembleia electiva do organismo reitor do futebol são-tomense que contou a presença dos representantes dos clubes federados, o processo tendo sido marcado pela polémica, designadamente por questões estatutárias, o que levou ao adiamento por um mês do acto inicialmente previsto a 18 de Janeiro.

Nesta perspectiva, eram candidatos o Presidente reeleito, o antigo internacional Jocy Barros e o militar de carreira Idalécio Pachire. Só que as duas últimas candidaturas acabaram por ser chumbadas pela Comissão ad hoc da Federação são-tomense de Futebol por considerar que não cumpriam os requisitos.

As duas candidaturas chumbadas acusaram essa comissão de favoritismo e de desrespeito dos estatutos da FSF, o coronel Idalécio Pachire acabando por depositar uma providência cautelar que foi considerada procedente e levou à anulação e adiamento por 30 dias de todo o processo electivo.

Ultrapassada esta fase, foi por conseguinte realizada hoje a assembleia electiva que contou com a presença da maioria dos clubes federados. Eleito por mais 4 anos, Nino Monteiro que já dirige a federação desde 2014 prometeu revolucionar nos próximos anos o futebol são-tomense.
Mais pormenores com Maximino Carlos.

Maximino Carlos, correspondente da RFI em São Tomé e Príncipe 19/02/2019 ouvir