rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Governo São Tomé e Príncipe Tentativa de golpe de estado Presidente

Publicado a • Modificado a

São Tomé: "acção terrorista"continua a dominar os debates

media
A operação visava alegadamente eliminar fisicamente Patrice Trovoada, Primeiro Ministro de São Tomé e Príncipe. AFP

Evaristo Carvalho, Presidente santomense, chamou para o Palácio Presidencial os representantes dos partidos da oposição para debater a situação interna do país, mormente a alegada tentativa da alteração da ordem constitucional no final da semana passada protagonizada por três cidadãos espanhóis e dois santomenses visando a sequestrar os Presidentes da República e da Assembleia Nacional bem como eliminar fisicamente o Primeiro-ministro.


Paralelamente, ainda hoje, o Presidente da República recebeu Roberto Raposo, Presidente do Supremo Tribunal de Justiça, que lhe foi apresentar a sua nova equipa. Embora não tivesse feito parte da agenda, admite-se que tenha sido abordada a questão da alegada tentativa de golpe impedida no dia 3 de Agosto.

Ontem, o governo, através de um comunicado, revelou que no âmbito desta operação que qualificou de "terrorista", os cidadãos espanhóis alegadamente envolvidos actuavam como mercenários e, durante a operação de busca, foram apreendidos material bélico, granadas, computadores, óculos de visão nocturna, uniformes estrangeiros com distintivos nacionais, entre outros.

Neste comunicado é igualmente mencionada a ajuda de alguns "países amigos", sem os citar, e da INTERPOL que responderam prontamente ao pedido de assistência efectuado pela Procuradoria-Geral da República e a Polícia Judiciária.

Ouvidos pelo Ministério Público na Segunda-feira, os cinco suspeitos foram levados ontem a tribunal, onde acabaram por não ser ouvidos, a sua audiência tendo ficado remetida para esta Quarta-feira. Mais pormenores com Maximino Carlos.

Maximino Carlos, correspondente da RFI em São Tomé e Príncipe 08/08/2018 ouvir