rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Política São Tomé e Príncipe Angola Caso cervejeira Rosema África Lusófona África

Publicado a • Modificado a

Embaixador de Angola em São Tomé pede paciência no Caso Rosema

media
Imagem de Ilustração. REUTERS/Francois Lenoir

Após apresentar as suas credenciais, o novo embaixador de Angola em São Tomé e Príncipe, Joaquim Duarte Pombo, evocou o assunto que tem estado a abalar as relações entre os dois países, o caso Rosema.


Joaquim Duarte Pombo, novo embaixador de Angola no arquipélago, expressou o desejo de que as relações bilaterais entre os dois países não sejam e não serão afectadas pelo caso Rosema, remetendo para a justiça das duas Nações a resolução desse contencioso.

"Nunca esteve em jogo. São empresas comerciais e vamos deixar a justiça trabalhar. Essa questão está junta do foro judicial portanto vamos deixar que eles resolvam a questão", afirmou o embaixador de Angola na entrega das suas cartas credecniais ao Presidente são-tomense, Evaristo Carvalho.

Recorde-se que, no passado dia 26 de Março, o Supremo Tribunal de Angola endereçou uma segunda carta ao Supremo Tribunal de Justiça de São Tomé, a exigir a devolução da carta rogatória e da cervejeira são-tomense, Rosema, ao seu dono inicial, o empresário angolano Melo Xavier.

As duas instâncias judiciais tentam resolver este problema desde 2009.

Mais pormenores com o nosso correspondente, Maximino Carlos.

Correspondência de Maximino Carlos 20/04/2018 ouvir