rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Demissão Homofobia Porto Rico Sexismo Governador Manifestações África Lusófona

Publicado a • Modificado a

Queda do governador de Porto Rico com discurso sexista e homofóbico

media
Manifestantes e artistas forçam demissão do governador de Porto Rico acusado de ter discurso sexista e homofóbico REUTERS/Carlos Barria/File Photo

Em Porto Rico, o governador Ricardo Rosselló não resistiu à revolta popular e anunciou que abandona o cargo a 2 de Agosto. Os manifestantes estavam na rua há 12 dias a exigir a sua demissão pelas suas mensagens recheadas de ofensas a opositores, piadas sobre homossexuais e insultos sexistas e homofóbicos.


O governador de Porto Rico, Ricardo Rosselló, a anunciou ontem à noite a sua demissão, duas semanas depois das revelações na imprensa de um escândalo de mensagens sexistas e homofóbicas que ele teve com colaboradores. 

"Anuncio-vos que me demitirei do posto de governador com efectividade a 2 de agosto às 17 horas", declarou Rosseló num video divulgado ontem à noite na sua página  Facebook.

A rua reagiu imediatamente dando vivas à demissão. Nas duas últimas semanas houve grandes manifestações na capital San Juan exigindo a demissão do governador acusado de discurso sexista contra as mulheres e de homofobia contra homossexuais, como o cantor Ricky Martin.

Ricky Martin e outros artistas estiveram nas ruas de San Juan liderando as manifestações reclamando a queda do governador Ricardo Rosseló.

Aliás os manifestantes tendo à frente outros nomes da música como Luis Fonsi, autor do sucesso musical Despacito voltaram hoje às ruas de San Juan, agora para rejubilarem-se com a demissão de Rosselló.

O ex-governador que é ainda acusado de corrupção e má gestão é substituído interinamente pela secretária da Justiça Wanda Vazquez até as eleições de 2020.

A secretaria da Justiça, tinha indicado na terça-feira, que o governador devia demitir-se e que ia ser processado assim como 11 dos seus colaboradores por crime de ofensa e insultos sexistas e homofóbicos.

Queda de governador de Porto Rico 25/07/2019 ouvir