rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo
Urgente
Argélia venceu CAN 2019
Vida em França
rss itunes

Marielle, uma memória de amor

Por Lígia ANJOS

A Câmara Municipal do décimo bairro de paris juntou a filósofa Márcia Tiburi à deputada brasileira Mónica Francisco numa conferência em memória de uma das vozes críticas da actuação da polícia militar e exército brasileiro no Rio de Janeiro.

Aos 38 anos, Marielle Franco era vereadora da Câmara do Rio de Janeiro, jovem política promissora, mulher negra vinda da favela, professora de sociologia, feminista, lesbica, militante de esquerda, defensora dos direitos humanos era combatente contra a arbitrariedade da violência.

A académica brasileira Márcia Tiburi, antiga candidata ao governo do Rio pelo PT, viu-se forçada a deixar o seu país por se sentir ameaçada.

No último ano, o nome de Marielle Franco percorreu o mundo e representou a injustiça de quem perde a vida de forma aleatória ou quase aleatória, num país onde, nos últimos dez anos, mais de meio milhão de pessoas foram assassinadas, lembrou Mónica Francisco deputada no Rio de Janeiro.

A Câmara municipal de Paris quer dar o nome Marielle Franco a uma rua da cidade em homenagem à activista brasileira assassinada a 14 de Março de 2018.