rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo
Artes
rss itunes

A grande homenagem de Almada aos seus músicos

Por Vitor Matias

O que é que os Xutos e Pontapés, UHF, Roquivários, Ogiva, Kama Sutra, Iodo, Opinião Pública, Da Weasel e Carlão têm em comum ? São de Almada, ou viveram lá muitos anos, e são alguns dos protagonistas da grande aventura do rock em português.

Nesta cidade, outrora considerada como o “dormitório de Lisboa”, formar um grupo de rock sempre foi uma maneira de se revoltar contra o sistema. Desde 1960, foram repertoriados 507 grupos de rock em Almada, e foi isto que levou o Museu da Cidade a organizar uma exposição - de Janeiro a Setembro de 2019 - intitulada “Na Margem, uma história do Rock”.

Nesta exposição, há de tudo: Roupa de alguns artistas, instrumentos musicais e vídeos de concertos, uma parede com nomes dos principais grupos da região, bilhetes, convites, anúncios, gira-discos, etc.

A RFI ouviu a Presidente da Câmara de Almada, Inês de Medeiros, acerca desta exposição, e das razões duma tão grande criatividade na região.

O grupo UHF, que em 2018 celebrou os seus 40 anos de existência, esteve presente na inauguração, e fez um “showcase”. O líder do grupo, António Manuel Ribeiro, falou do significado da exposição, e lembrou um pouco o passado.

A RFI ouviu ainda outros artistas, como António Côrte - Real, Ivan Cristiano, ou Midus Guerreiro, sobre o significado desta exposição. Oiça aqui !