rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Bangladesh Eleições Confrontos

Publicado a • Modificado a

Bangladesh: Hasina obtém maioria absoluta

media
Eleições no Bangladesh reuters

A coligação da primeira-ministra do Bangladesh conseguiu 191 dos 300 lugares do parlamento. A notícia é avançada pelo canal de televisão 24, numa contagem de votos nacional feita pela estação.


Segundo o canal de televisão, Sheikh Hasina terá assim obtido maioria absoluta, sendo necessários apenas 151 assentos.

No entanto, a oposição pede a anulação da votação e a realização de novas eleições, denunciando fraudes no processo. 

Os resultados parciais indicam que, nalguns círculos eleitorais, os candidatos de Sheikh Hasina terão conseguindo bastantes mais votos do que os seus adversários que, no entanto, não aceitam os resultados.

A oposição pede a anulação da votação e a realização de novas eleições, denunciando fraudes no processo. 

O pedido foi feito, por exemplo, por Kamal Hossain, o pai da constituição do Bangladesh, figura de proa da oposição.

Jornalistas da Reuters, no local, dizem que a afluência às urnas foi relativamente baixa.

Em Dacca, o acesso à internet, via telemóvel, foi cortado, estando as ruas quase desertas, tendo muitas pessoas deixado a cidade para votar nas suas terras de origem.

Entretanto, confrontos entre apoiantes da Liga Awami, no poder, e membros do Partido Nacionalista do Bangladesh, adversário de Sheikh Hasina, provocaram mais de uma dezena de mortes.

A campanha eleitoral foi também marcada por mortes e repressão de milhares de militantes da oposição, apoiantes de Khaleda Zia

Hasina é popular devido ao forte crescimento económico do Bangladesh no momento (6 por cento ao ano), e ainda por ter contrariado a imagem de miséria do país.