rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Espanha Migrantes Refugiados Guerra Direitos da Criança

Publicado a • Modificado a

Espanha: chegada de mais de 300 migrantes

media
Navio Open Arms da ONG Proactiva chega ao porto de San Roque, no sul de Espanha. REUTERS/Jon Nazca

Ao sul de Espanha, ao porto de Crinavis em San Roque, Cádis, chegou hoje o barco Open Arms da organização Proactiva com 311 refugiados resgatados no Mar Mediterrâneo, incluindo 139 menores a fugirem da guerra na Somália ou na Síria.


O navio esteve 6 dias em alto mar após ter resgatado 311 pessoas nas águas do Mar Mediterrâneo, ao largo da Líbia.

Tanto Itália como Malta tinham-se recusado em acolher os migrantes em causa.

O barco chegou esta manhã ao sul de Espanha ao porto de Crinavis, perto de Cádis.

É na área contígua de San Roque que foi instalado em Agosto passado o Centro de assistência temporária para estrangeiros.

Vicente Raimundo da organização Save the children, acolheu estas crianças e relatou à imprensa espanhola o que lhes vai agora acontecer.

"São pessoas que fugiram de situações de guerra ou de fome.

O direito internacional garante-lhes uma série de direitos, bem como a lei espanhola.

No caso da Save the children o que nos preocupa é que se garanta o direito à vida e à protecção das crianças.

Todos os menores não acompanhados que chegam a Espanha ficam sob a alçada, neste caso, do poder provincial da Andaluzia até atingirem a maioridade.

As demais pessoas que fogem de perseguições de guerra também têm direito a serem protegidas em Espanha por algum tempo."

Vicente Raimundo, director de programas de integração social da ong Save the children em Espanha 28/12/2018 ouvir