rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Manchester United José Mourinho Futebol Desporto Taça Campeonato Inglês Liga dos campeões

Publicado a • Modificado a

Mourinho fora do Manchester United

media
José Mourinho deixa o comando do Manchester United a 18 de dezembro de 2018 REUTERS/Phil Noble

José Mourinho foi esta terça-feira afastado do comando técnico do clube Manchester United, cerca de dois anos e meio após ter substítuido Louis Van Gaal e deverá receber 26,7 milhões de euros por rescisão do contrato.


O técnico português José Mourinho, que com os "red devils" do Manchester United conquistou três troféus : uma Taça na Liga Inglesa, uma Supertaça e uma Liga Europa, deixa o clube inglês cerca de dois anos e meio depois de ter substítuido Louis Van Gaal.

No primeiro ano o seu clube foi sexto classificado, a 24 pontos do campeão o Chelsea e no segundo foi vice-campeão, mas ficou a 19 pontos do rival o Manchester City.

Sob o comando de Mourinho, o Manchester United jogou 144 jogos, nos quais contabilizou 84 vitórias, 32 empates e 28 derrotas.

Nuno Barbosa, jornalista desportivo JN 18/12/2018 ouvir

Um comunicado publicado na manhã desta terça-feira (18/12) no portal oficial do clube anuncia que o técnico portuugês "deixou o clube com efeitos imediatos...um novo treinador interino será nomeado até ao final da presente temporada, enquanto o clube leva a cabo um minucioso processo de recrutamento para um novo treinador, a tempo inteiro".

Nuno Barbosa, jornalista da secção desportiva do Jornal de Notícias admite que Mourinho não deve ter ficado surpreendido com esta decisão pois "o Manchester United criou condições para que ele saísse...mas tal não significa que o clube venha a melhorar com a sua saída, pelo contrário".

Segundo este jornalista "a verdade é que o Manchester United desde que Sir Alex Ferguson saiu, nunca mais foi aquele que nós conhecemos...o plantel do United está longe, muito longe - sobretudo quando Mourinho o assumiu - da qualidade que têm os seus adversários crónicos na corrida pelo título, como o Liverpool, o Manchester City e o próprio Chelsea, não havia condições para o United ser campeão".

Quanto ao futuro de José Mourinho, Nuno Barbosa acredita que ele "estará sem treinar o tempo que quiser...esta saída não vai abalar o estatuto que ele conquistou ao longo dos anos e certamente não lhe faltarão convites para assumir outros projectos".