rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Ecologia Polónia COP24 Alterações Climáticas Política Clima Europa África América do Sul Ásia

Publicado a • Modificado a

COP24: Acordo fechado a ferro e fogo

media
COP24 decorreu na Polónia. REUTERS/Kacper Pempel

Reunidos em Katowice, na Polónia, representantes de quase 200 países conseguiram assinar um acordo, arrancado a ferro e fogo, mantendo vivo aquele assinado em Paris em 2015.


A comunidade internacional aprovou no sábado 15 de Dezembro, na Polónia, um manual de instruções que permitirá manter vivo o Acordo de Paris sobre o clima. No entanto não há novos compromissos para lutar contra o aquecimento global e as alterações climáticas.

A Comissão Europeia mostrou-se satisfeita com o acordo assinado na cimeira do clima de Katowice, na Polónia, que vai permitir aplicar o Acordo de Paris no que diz respeito às alterações climáticas.

Com o aumento da temperatura de 1 grau centígrado em comparação à era pré-industrial, e o agravamento de 2,7% das emissões de gases do efeito estufa em 2018, o tema começa a ser urgente segundo cientistas, no entanto alguns países não acreditam na urgência.

Na COP24, os países empenharam-se principalmente em definir as regras que vão permitir a implementação do Acordo de Paris.

O manual de instruções fixa nomeadamente as modalidades a seguir a nível nacional para os países e estabelece um acordo com uma certa flexibilidade para os países em desenvolvimento.

Mais de 160 países já apresentaram os objectivos de redução das emissões de gases do efeito estufa, e os demais deverão fazê-lo até 2020. A cada cinco anos, os mesmos serão actualizados.

O relatório do Painel Intergovernamental sobre Alterações Climáticas indica que os países deveriam reduzir as emissões de gases do efeito estufa de quase 50% em 2030 em relação a 2010, para evitar consequências catastróficas.

A 25ª Conferência da ONU sobre alterações climáticas, a COP25, terá lugar em finais de 2019 no Chile.