rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Japão Tufão Meteorologia Chuvas Ventos Fortes Desalojados

Publicado a • Modificado a

Japão: Tufão devastador matou pelo menos 11 pessoas

media
O tufão Jebi foi devastador. REUTERS/Kyodo

O tufão Jebi, que atingiu o Japão na terça-feira, 4 de Setembro, acabou por matar pelo menos 11 pessoas e ferir cerca de 160.


O tufão Jebi, que significa "andorinha", foi devastador e um dos mais fortes que assolou o arquipélago desde 1993.

Foram lançados alertas para que mais de um milhão de pessoas deixasse as áreas onde vivem devido ao vento e à chuva.

Apesar dos alertas, pelo menos onze pessoas acabaram por morrer e ainda se contabilizam cerca de 160 feridos.

Isto sem falar dos danos materiais. O Aeroporto Internacional de Kansai, perto de Osaka, foi inundado, retendo três mil turistas. Várias casas foram destruídas, ramos de árvores arrancados, ou ainda telhados a serem arrancados das casas. Os danos são consideráveis. Em Osaka e nas regiões circundantes, 1,6 milhões de casas não tinham electricidade.

A capital do país, Tokyo, esteve longe do centro da tempestade, mas os comboios de alta velocidade entre Tokyo e Okayama ficaram parados. As vias marítimas e áreas também foram fechadas.

De notar que cerca de 100 milímetros de chuva caíram sobre Kyoto numa hora, com previsões para que pelo menos 500 milímetros de chuva caíssem em apenas 24 horas.

Ouça a Crónica sobre o Tufão Jebi.

Crónica de Marco Martins 05/09/2018 ouvir