rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Eleição presidencial Presidenciais Brasil Luiz Inácio Lula da Silva América do Sul Política

Publicado a • Modificado a

Brasil: Lula da Silva, candidato às Eleições Presidenciais

media
Lula da Silva, candidato do PT (Partido dos Trabalhadores) às eleições Presidenciais. REUTERS/Leonardo Benassatto

O Partido dos Trabalhadores lançou neste sábado, 4 de Agosto, a candidatura do seu líder encarcerado, Luiz Inácio Lula da Silva. Recorde-se que o ex-presidente, vencedor das eleições de 2002 e de 2006, está a cumprir uma pena de 12 anos e um mês de prisão.


Lula da Silva é oficialmente o candidato do PT (Partido dos Trabalhadores) às eleições Presidenciais. Recorde-se que o ex-presidente de 72 anos foi candidato três vezes (1989, 1994 e 1998) antes de vencer as eleições de 2002 e de 2006.

Lula da Silva designou em 2010 e em 2014 a sua herdeira política, Dilma Rousseff, que no entanto foi destituída pelo Congresso em 2016.

O antigo presidente conta com 30% das intenções de voto, praticamente o dobro de qualquer outro candidato, isto apesar de estar a cumprir, desde 7 de Abril, uma pena de 12 anos e um mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

A condenação, confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região, deveria inabilitá-lo a disputar uma eleição, devido à Lei da Ficha Limpa, promulgada por ele próprio no último ano do seu mandato.

No entanto o Partido dos Trabalhadores espera pela Justiça eleitoral que vai determinar se Lula da Silva pode candidatar-se, uma decisão que deverá ser conhecida durante a segunda quinzena de Agosto. Na expectativa desta decisão o PT pode proclamar qualquer candidato, neste caso o antigo presidente.

PSDB e Rede também apresentam candidatos

Dois outros partidos apresentam hoje os seus candidatos às eleições presidenciais de 7 de Outubro, sabendo-se desde já que a segunda volta, se for necessária, será a 28 do mesmo mês.

Em Brasília, o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin será o candidato do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB, centro-direita). Será a segunda tentativa de Geraldo Alckmin nas eleições presidenciais, ele que perdeu frente a Lula da Silva em 2006.

Ainda em Brasília, Marina Silva será a candidata da Rede. Recorde-se que Marina Silva foi ministra de Lula da Silva, e chegou no terceiro lugar nas Presidenciais de 2010 e de 2014.

Geraldo Alckmin e Marina Silva vão medir forças com o candidato de ultradireita, Jair Bolsonaro, que lidera as intenções de voto, isto sem contar com Lula da Silva.

No entanto, é necessário referir que mais de 33% dos eleitores estão com intenções de não votar nas próximas eleições. Certo é que tudo parece indicar que pela oitava vez consecutiva, quer seja como candidato, quer seja como apoiante, Lula da Silva vai ser uma figura-chave na corrida presidencial.

Ouça a Crónica sobre a Candidatura de Lula da Silva.

Crónica de Marco Martins sobre Lula da Silva 04/08/2018 ouvir