rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

França Portugal Espanha Energia

Publicado a • Modificado a

Interligações energéticas juntam Portugal, Espanha e França

media
Comissário Europeu da Energia e Ação Climática, Miguel Arias Cañete, Presidente francês, Emmanuel Macron, primeiro-ministro português, António Costa, Presidente do Governo de Espanha, Pedro Sánchez, Vice-presidente do BEI, Emma Navarro Luís Guita

Os líderes dos três países estiveram presentes na segunda cimeira histórica dedicada às interligações energéticas com vista a transferir energias produzidas entre Estados.


O primeiro-ministro português afirmou que na cimeira de Lisboa sobre interligações energéticas com Espanha e França foi "dado um passo significativo" com a definição do financiamento do projecto de infra-estruturas e o estabelecimento de metas ambiciosas.

"Esta II Cimeira das Interligações Energéticas não se limitou a reafirmar conclusões anteriores. Foram agora estabelecidas novas metas ambiciosas: até 2020, atingir um nível de 10% de interligações entre a Península Ibérica e a Europa, mas de 15% em 2030", disse.

Nesse sentido chegou-se a um acordo como refere o primeiro-ministro, "assinado o contrato de financiamento no valor de 570 milhões de euros para a implementação do projecto de interligação eléctrico do Golfo da Biscaia, ligando a Península Ibérica a França".

O chefe de Estado francês referiu que, quer na relação bilateral entre Paris e Lisboa, quer com Madrid, são tocados os "grandes desafios da Europa de hoje. Hoje avançámos em conjunto sobre o desafio migratório, o reforço da zona euro, e a capacidade de tratar desta transição energética e ecológica", declarou.

Já Pedro Sánchez saudou a "frutífera cimeira" que decorreu ontem em Lisboa, "a segunda sobre estas ligações tão importantes para a Península Ibérica e a nossa ligação com o conjunto do continente", depois da reunião realizada em Madrid em 2015.

Primeiro-ministro português, António Costa 28/07/2018 ouvir