rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

França Desporto Mundial de futebol 2018 Futebol Brasil Uruguai Bélgica

Publicado a • Modificado a

Mundial 2018: Quem serão os primeiros semi-finalistas?

media
Kylian Mbappé, avançado da Selecção Francesa, autor de três golos neste Mundial 2018. REUTERS/Pilar Olivares

Pontapé de saída para os quartos-de-final do Campeonato do Mundo de futebol nesta sexta-feira 6 de Julho. Vamos ficar a conhecer os dois primeiros semi-finalistas após os encontros que vão opor a França ao Uruguai, e o Brasil à Bélgica.


Quem vão ser os dois primeiros semi-finalistas? Os adeptos de futebol estão todos com essa pergunta nos lábios.

Nesta sexta-feira, 6 de Julho, decorrem os dois primeiros quartos-de-final do Mundial que decorre na Rússia: França-Uruguai e Brasil-Bélgica.

Um duelo entre amigos do Atlético Madrid e do Barcelona

A França abre o baile pelas 17h, hora local, frente ao Uruguai. Um duelo que vai opor jogadores que actuam no mesmo clube mas em posições opostas: O avançado luso-francês Antoine Griezmann vai medir forças com os centrais José Giménez e Diego Godín, ambos a actuarem no Atlético Madrid. Ou ainda o frente-a-frente entre o avançado uruguaio Luis Suárez e o central Samuel Umtiti, ambos a actuarem no FC Barcelona.

Duas equipas que se conhecem bem, mas do lado do historial a vantagem vai para o Uruguai com duas vitórias, uma derrota e quatro empates. No Mundiais, foram dois empates sem golos em 2002 e 2010, e uma vitória dos uruguaios em 1966 (2-1).

Neymar frente aos Diabos Vermelhos

O Brasil continua a sua caminha para o sexto título mundial ao defrontar a Bélgica pelas 21h, hora local, no segundo quarto-de-final da prova.

Tite, seleccionador brasileiro, promete um grande jogo e elogia as qualidades do adversário europeu.

Tite, seleccionador brasileiro 06/07/2018 ouvir

Miranda, defesa-central brasileiro, abordou o poderio ofensivo da Bélgica, que segundo ele não passa apenas pelo avançado Romelu Lukaku.

Miranda, defesa-central do Brasil 06/07/2018 ouvir

Romelu Lukaku, avançado belga com origens congolesas, admitiu estar feliz por defrontar Neymar.

Romelu Lukaku, avançado da Bélgica 06/07/2018 ouvir

Um encontro que vai opor o espírito colectivo belga às individualidades brasileiras, lideradas pelo avançado Neymar. No entanto as duas equipas até evoluem um pouco da mesma maneira. A Canarinha tem crescido ao longo da prova e está a tornar-se num colectivo mais forte, enquanto a Bélgica está a apoiar-se cada vez mais nas proezas individuais para ultrapassar os óbstaculos. Duas evoluções opostas mas similares que se vão encontrar.

De notar que nos confrontos directos os brasileiros venceram três vezes enquanto os belgas apenas levar de vencido uma vez o Brasil. A vantagem é clara para a Selecção Brasileira que, no único jogo disputado num Mundial, em 2002 na Coreia do Sul e no Japão, derrotou por 2-0 os Diabos Vermelhors num encontro a contar para os oitavos-de-final naquela época. Uma vitória frente aos belgas qua acabou por ditar a conquista do último título mundial brasileiro em 2002, já lá vão 16 anos.