rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

EUA Donald Trump Portugal Marcelo Rebelo de Sousa

Publicado a • Modificado a

Política de imigração marca divergências entre Marcelo e Trump

media
O Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa (D), à chegada para o seu encontro com o Presidente dos Estado Unidos da América, Donald Trump (E), que decorreu na Casa Branca, Washington, Estados Unidos, 27 de Junho de 2018. ANTÓNIO COTRIM / LUSA

Os Presidentes norte-americano e português reuniram-se nesta quarta-feira em Washington. Nas declarações após a reunião Donald Trump confirmou ter falado sobre migrações com o homólogo português. Marcelo Rebelo de Sousa disse que o encontro correu bem e que os objectivos foram atingidos.


A reunião entre o Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, e Donald Trump teve lugar ontem ao final do dia. Os dois chefes de Estado prestaram algumas declarações aos jornalistas na Sala Oval da Casa Branca, em Washington.

Numa declaração conjunta, onde Donald Trump voltou a falar sobre a imigração por insistência da imprensa norte-americana que estava presente na sala. Quando as perguntas sobre política interna terminaram, Marcelo Rebelo de Sousa começou por lembrar que o vinho usado para brindar à independência dos Estados Unidos foi um Madeira e que a comunidade de imigrantes portugueses nos Estados Unidos está bem integrada. Marcelo Rebelo de Sousa falou de futebol e do mundial da Rússia; falou de Cristiano Ronaldo e do seu encontro em Moscovo com Vladimir Putin.

"Portugal é muito importante para o nosso país", referiu Donald Trump, sorridente, adiantando que "é uma grande honra receber o altamente respeitado Presidente de Portugal".

Na audiência mantida com Donald Trump, Marcelo Rebelo de Sousa alega que os assuntos divergentes foram evocados, nomeadamente o acolhimento de migrantes por parte da Europa, assunto criticado no passado pelo estadista norte-americano.

Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa 28/06/2018 ouvir