rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Vladimir Putin Visita oficial China Xi Jinping Cooperação/Desenvolvimento

Publicado a • Modificado a

Putin visita a China para reforçar cooperação

media
Presidente chinês, Xi Jinping condecora, o seu homólogo russo, Vladimir Putin, no seu primeiro dia de visita à China Sputnik/Mikhail Klimentyev/Kremlin via REUTERS

O Presidente russo Vladimir Putin começou hoje uma visita oficial de 3 dias a Pequim, onde foi recebido e condecorado logo no primeiro dia pelo Presidente chinês, Xi Jinping, com a medalha de amizade. Visita que acontece numa altura em que os 2 países tentam reforçar as relações face aos desafios de Donald Trump. 


Vladimir Poutine, recebeu a primeira "Medalha de amizade", oferta pela China a um estrangeiro, uma distinção que lhe foi entregue pelo Presidente chinês, Xi Jinping, no primeiro dia duma visita oficial de 3 dias à China.

"Esta Medalha representa o grande respeito que o povo chinês tem pelo Presidente Putin e simboliza a amizade profunda entre a China e a Rússia", declarou o presidente chinês, Xi Jinping. 

"Quaisquer que sejam as flutuações da situação internacional, a China e a Rússia sempre consideraram o desenvolvimento das suas relações como uma prioridadade", sublinhou ainda Xi Jinping.

Entrevistado pela televisão chinesa, CGTN, Poutine, saudou, por sua vez, as suas relações com o seu "bom amigo" Xi Jinping, confidenciando que ele tinha sido o único dirigente estrangeiro com o qual tinha celebrado o seu aniversário, levantado o seus copos de vodka com uma boa salsicha. 

Xi Jinping "é sincero e acessível, mas também uma pessoa digna de confiança", sublinhou o Presidente Putin. 

Os dirigentes russo e chinês, os mais poderosos nos seus respectivos países há dezenas de anos, aproximaram-se nos últimos meses face a críticas do presidente americano Trump, que vê na China e na Rússia rivais económicos ameaçando os interesses e os valores dos Estados Unidos.

Os dois Presidentes, tentam reforçar as suas relações numa altura em que se sentem desafiados pela América de Donald Trump.

O presidente russo prossegue a sua visita no sábado e domingo deslocando-se a Qingdao, no leste da China, para participar na cimeira da Organização de cooperação de Shanghai, que reúne vários países da Ásia. 

Um desses países é o Irão, com o seu presidente, a defender o acordo nuclear iraniano, recusado pelos Estados Unidos, mas apoiado, pela Rússia e a China. 

Putin visita a China de Xi Jinping 08/06/2018 ouvir