rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Legislativas Timor Leste Crise política Parlamento Ásia África Lusófona

Publicado a • Modificado a

Timorenses votaram em eleições legislativas antecipadas

media
O Presidente timorense Francisco Guterres Lu-Olo, convocou as legislativas de 12 de maio para resolver crise no parlamento VALENTINO DARIEL SOUSA / AFP

Mais de de 700 mil timorenses votaram hoje em eleições legislativas antecipadas, depois que o presidente Francisco Guterres, dissolveu no começo do ano o Parlamento, bloqueado politicamente, já que a Fretilin, com uma maioria relativa, não consegue legislar. Estas legislativas são mais um braço de ferro entre Mari Alkatiri e Xanana Gusmão e seus aliados. 


 Timor Leste regressa às urnas em eleições legislativas, na tentativa de encontrar uma saída para a crise política que bloqueia há meses o parlamento, onde a Fretilin, tem uma maioria relativa e não consegue adoptar as leis.

Assim, no começo do ano, o presidente da República, Francisco Guterres "Lu Olo", dissolveu o parlamento e convocou estas legislativas antecipadas para este sábado.

Umas legislativas, que opõem as duas figuras históricas da independência, o antigo presidente, Xanana Gusmão, líder do CNRT, congresso nacional da reconstrução timorense e Mari Alkatiri, primeiro-ministro, líder da Fretilin.

Estes dois partidos disputam o poder, em Dili, com os seus aliados, tendo de um lado a Fretilin com o Partido democrático, que governaram até agora, e doutro, o CNRT, aliado ao PLP, partido de libertação popular e o KHUNTO, que juntos formam a coligação Aliança de Mudança para o progresso, AMP.

Tudo se passa pois entre duas das principais figuras da independência, o ex-Presidente e ex-primeiro ministro, Xanana Gusmão e o actual primeiro-ministro, Mari Alkatiri.

Os resultados destas eleições legislativas antecipadas são esperados no decurso da próxima semana.

Legislativas antecipadas em Timor leste 12/05/2018 ouvir