rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Turquia Síria Curdos Recep Tayyip Erdogan Guerra

Publicado a • Modificado a

Primeiras baixas turcas na intervenção militar no norte da Síria

media
O Presidente turco Recep Erdogan prometeu "esmagar" as milícias curdas de Afrin. Kayhan Ozer/Presidential Palace/Handout via REUTERS

Prossegue pelo quarto dia consecutivo a operação militar turca em Afrin, no Curdistão sírio, na zona de Afrin. Esta operação estendeu-se a várias posições, designadamente com bombardeamentos hoje contra a cidade de Ras-al-Aïn. Milhares de civis estão a fugir dos combates e as autoridades curdas do noroeste da Síria apelam à mobilização geral contra esta ofensiva turca enquanto, no exterior, países como a França apelam à contenção.


Pelo menos 2 soldados turcos já morreram desde que o exército de Ancara cruzou a fronteira, no fim-de-semana, para ocupar o cantão de Afrin controlado pelas milícias curdas do YPG, que Ancara diz serem uma extensão do grupo separatista curdo PKK. O PKK é considerado uma organização terrorista pela UE e por Washington, e luta há décadas contra o governo turco, num conflito que já provocou mais de 30.000 mortos.

Esta é a terceira intervenção militar turca na Síria no último ano e meio, e tem como objectivo criar uma zona de segurança a sul da fronteira, livre daquilo que Ancara chama de “gangues terroristas”. Mais pormenores com José Pedro Tavares.

José Pedro Tavares, correspondente da RFI em Ancara 23/01/2018 ouvir