rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Catalunha Carles Puigdemont Espanha

Publicado a • Modificado a

Carles Puigdemont na Dinamarca pela Catalunha

media
Carles Puigdemont viajou nesta segunda-feira 22de Janeiro para Copenhaga na Dinamarca. Tariq Mikkel Khan/Scanpix Denmark via Reuters

Carles Puigdemont, o ex-presidente do governo regional da Catalunha, que se encontra a viver em Bruxelas, voou para a capital da Dinamarca, nesta segunda-feira 22 de Janeiro, para participar num debate sobre a Catalunha.


O Ministério Público espanhol pediu, esta segunda-feira, ao Supremo Tribunal que fosse reactivado o mandado de captura internacional contra Carles Puigdemont.

No entanto o juiz do Tribunal Supremo, Pablo Llarena, recusou o pedido da Procuradoria espanhola de reactivação da ordem europeia de detenção contra Carles Puigdemont.

Recorde-se que na altura em que a ordem foi retirada, depois de a justiça belga recusar extraditar Carles Puigdemont e os quatro antigos conselheiros do seu governo, já tinha sido admitido que seria complicado reactivá-la. O juiz explicou que, apesar de considerar o pedido do Procurador “razoável”, não a aceitou. O problema é que as intenções do antigo líder da Catalunha serão, à partida, participar numa conferência sobre o processo independentista na Universidade de Copenhaga e não de por lá ficar mais tempo.

De referir ainda que nesta segunda-feira, o novo presidente do parlamento regional catalão, Roger Torrent, propôs o nome de Carles Puigdemont como candidato ao debate de investidura do novo presidente, que se realizará a 31 de Janeiro.

Nas eleições realizadas a 21 de Dezembro os independentistas mantiveram a maioria e a lista encabeçada por Carles Puigdemont foi mais votada do que a Esquerda Republicana da Catalunha liderada por Oriol Junqueras, que se encontra neste momento detido.

Ouça a Crónica sobre a Catalunha.

Crónica de Marco Martins 22/01/2018 ouvir