rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

França Migrantes Emmanuel Macron Política

Publicado a • Modificado a

França : Presidente Macron visita migrantes em Calais

media
Presidente Emmanuel Macron fala com um migrante sudanês, no Centro de Croisilles, perto de Calais - 16.1.2018 REUTERS/Michel Spingler

O Presidente francês, Emmanuel Macron, esteve esta manhã no Norte da França, onde falou com alguns migrantes que ali se encontram, numo centro de acolhimento de Hauts-de-France, tendo-se depois dirigido para Calais. Esta visita tem o intuito de defender a "eficiência e humanidade" da sua política migratória, muito criticada por várias associações humanitárias e alguns membros da classe política francesa.


 "Você quer viver aqui" ? perguntou o Presidente Macron a um Sudanês de 25 anos, albergado pelo Centro de Acolhimento e Exame de Situação (CAES) de Croisilles, à espera de uma resposta quanto à sua situação.

"Sim. Para encontrar um trabalho de mecânico", respondeu o jovem, explicando depois ter fugido do seu País após o assassinato da sua mãe e o desaparecimento da sua família.

Esta visita do Presidente francês a Croisilles foi a primeira etapa duma deslocação àquela região, consagrada à sua política migratória. Mas esta deslocação ocorre no momento em que se debate sobre o projecto de lei "asilo– imigração", que deverà ser apresentado em Fevereiro.

Macron começou pelo Centro de Acolhimento e Exame de Situação (CAES) de Croisilles, onde trocou impressões com alguns migrantes, e depois dirigiu-se a Calais.

Foi aí que fez um discurso dirigido às forças policiais ali estacionadas, afirmando que não permitirá que volte a forma-se ali, um bairro de lata como aquele que albergava  mais de 8.000 migrantes, e foi  evacuado e destruido há cerca de um ano e meio.

 "Não permitiremos, de forma alguma, que uma nova 'Selva'' seja formada em Calais", disse o Presidente francês, acresecentando que “tudo está a ser feito  para tornar a passagem ilegal em Calais para o Reino Unido". Macron pediu também uma "política europeia coerente", e sugeriu a criação dum fundo para apoiar projectos importantes.

Emmanuel Macron terá um encontro com a Primeira-ministra britânica, Theresa May, na próxima Quinta-feira, e nessa ocasião, espera pedir aos britânicos "ajuda para desenvolver Calais, e assumir responsabilidades quanto a um certo número de migrantes", segundo referiu o Ministro do Interior, Gérard Collomb.