rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Israel Palestina Papa Francisco Natal

Publicado a • Modificado a

Papa pede reconhecimento de dois Estados em Jerusalém

media
O discurso de Natal do Papa Francisco no balcão da Básilica de São Pedro frente a milhares de fiéis, no dia 25 de Dezembro de 2017 HANDOUT / OSSERVATORE ROMANO / AFP

O Papa Francisco pronunciou a sua tradicional benção de Natal dedicando uma atenção especial ao sofrimento das crianças no Medio-Oriente e no mundo. O Sumo Pontífice transmitiu uma mensagem forte em prol do reconhecimento dos dois Estados e da coexistência pacífica entre a Palestina e Israel.


Neste dia de celebração do Natal, o Papa Francisco pronunciou a sua tradicional mensagem Urbi e Orbi de Natal dedicando uma atenção especial ao sofrimento das crianças no Medio-Oriente e no mundo. Num contexto internacional de alta tensão, após a decisão de Donald Trump de reconhecer a Cidade Santa de Jerusalém como capital de Israel, o Papa Francisco transmitiu uma mensagem forte em prol do reconhecimento dos dois Estados e da coexistência pacífica entre a Palestina e Israel.

"Vemos Jesus nas crianças do Oriente Médio, elas continuam a sofrer por causa do agravamento das tensões entre Israelitas e palestinianos. Rezemos para que entre as partes envolvidas prevaleça a vontade de retomar o diálogo e, finalmente, chegar a uma solução negociada, que permita a coexistência pacífica de dois Estados, dentro dos limites acordados entre eles e internacionalmente reconhecidos", declarou o Papa Francisco a partir da varanda da basílica de São Pedro diante de milhares de fiéis.

No decorrer do seu discurso, o chefe da Igreja Católica a sua mensagem alertando também contra a persistência das guerras e contra o perigo de um "modelo de desenvolvimento caduco que provoca a degradação humana, social e ambiental".

Mais pormenores com Léa Barreau

Papa Francisco pede reconhecimento de dois Estados em Jerusalém 25/12/2017 ouvir