rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Fraude Partido Socialista Venezuela Eleições Vitória Oposição Contestação

Publicado a • Modificado a

Maduro diz que o chavismo está vivo

media
O Presidente, Nicolas Maduro, durante um comício e apos a divulgação dos resultados das eleições regionais, 15 Outubro 2017. REUTERS/Miraflores Palace/Handout

Na Venezuela governo socialista venceu as eleições regionais ao conquistar 17 dos 23 cargos de governador de Estado. Num discurso à população, o Presidente Nicolas Maduro disse que estes números mostram que chavismo está vivo. A oposição contesta os resultados e pede uma auditoria.


"O chavismo está vivo, está nas ruas e está triunfante", declarou o Presidente Nicolas Maduro no discurso de vitória diante dos venezuelanos, numa alusão à herança política do predecessor, Hugo Chaves.

O partido socialista que venceu as eleições regionais de domingo, ao conquistar 17 dos 23 cargos de governador de Estado, enquanto que a oposição obteve cinco Estado.

A Mesa de Unidade Democrática recusou reconhecer o resultado e pediu para ser feita uma auditoria, anunciou o director de campanha da coligação de partidos da oposição, Gerardo Blyde.

A oposição denunciou ainda a decisão do governo de transferir centros de votação de última hora, afetando 700 mil eleitores - 224 mil deles no estado de Miranda, um dos principais redutos da oposição, governado pelo ex-candidato presidencial Enrique Capriles.

As últimas sondagens davam vitória à oposição que controlava até aqui três estados e que passa agora a controlar cinco, entre eles Mérida e Táchira, o centro da contestação ao regime, e a região petrolífera de Zulia.

Esta segunda-feira, a França mostrou-se preocupada com a situação que se vive no país e sublinhou que a falta de transparência no processo de verificação e de compilação afecta a confiança dos resultados.