rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

França União Europeia Frente Nacional Marine Le Pen Jean-Marie Le Pen imunidade parlamentar

Publicado a • Modificado a

Marine le Pen perde imunidade parlamentar

media
Marine Le Pen perdeu hoje a imunidade parlamentar. REUTERS/Philippe Wojazer/File Photo

O Parlamento Europeu levantou esta Quinta-feira a imunidade parlamentar da líder da extrema-direita francesa e candidata derrotada nas presidenciais do mês passado Marine le Pen. A imunidade da eurodeputada foi levantada a pedido da justiça francesa que investiga as acusações de difamação que recaem sobre a líder da Frente Nacional.


Marine le Pen é acusada de difamaçao por Christian Estrosi, Presidente da Câmara de Nice no sul do país, por ter afirmado em 2015 que este último financiava a União das Organizações Islâmicas de França, um organismo que congrega 250 associações que defendem um Islão conservador. Este caso nada tem a ver com outra investigação de que o partido de le Pen também está a ser alvo e pela qual foi igualmente reclamada a destituição da imunidade parlamentar da dirigente partidária, suspeita de ter dado empregos fictícios a assistentes parlamentares do seu partido no seio do Parlamento Europeu.

O voto hoje dos eurodeputados que consideraram não existirem motivos para pensar que esta acção seria motivada pela "intenção de prejudicar a actividade parlamentar ou política de Marine le Pen" realizou-se na ausência da interessada que continua em campanha para a segunda volta das legislativas de Domingo aqui em França.

Refira-se que já ontem o Parlamento Europeu tinha igualmente levantado a imunidade parlamentar do pai da dirigente política e fundador da Frente Nacional, Jean-Marie le Pen, acusado de "difamação pública" com carácter racista por ter afirmado em 2009 que "90% dos casos de criminalidade têm na sua origem um imigrante ou uma pessoa de origem imigrante".