rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Voos Egipto Segurança aérea Aeronáutica Tráfego aéreo

Publicado a • Modificado a

Queda do voo da EgyptAir: As duas caixas negras encontradas

media
Destroços do Airbus A320 da companhia EgyptAir . HO /Porta-voz do exército egípcio / AFP

A segunda caixa negra do voo da EgyptAir foi descoberta hoje pela equipa de investigação. A análise dos gravadores irá permitir de determinar mais precisamente os acontecimentos que levaram a queda do avião no Mar Mediterrâneo.

 


 

A segunda caixa negra do voo MS 804 da EgiptAir, que caiu no Mar Mediterrâneo no dia 19 de maio passado, foi encontrada hoje.

A Comissão de investigação egípcia que fez esta descoberta não escondeu o seu alívio em conferência de imprensa porque as caixas negras estavam programadas para deixar de emitir a partir do dia 25 de junho.

Ontem, os robôs submarinos já tinham encontrado a primeira caixa, o chamado “Cockpit Voice Recorder”, que grava os sons e as vozes dentro do avião durante as últimas duas horas de voo.

A recuperação deste gravador é um elemento importante para a investigação porque é ele que regista as conversas dos pilotos como também os ruídos inabituais como explosões ou avarias.

A segunda caixa negra, que foi encontrada hoje, tinha como papel memorizar todos os parâmetros de voo durante as últimas 25 horas.

Segundo as autoridades egípcias, o aparelho foi encontrado “destroçado” mas conseguiu-se “recuperar a parte que continha a memória e que é a parte mais importante do gravador”.

Os elementos encontrados nas caixas negras irão ajudar a determinar se a queda resultou dum acidente ou dum atentado, pista que tinha sida privilegiada no início da investigação.