rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

França Total Petróleo Moçambique Negócios Cabo Delgado África Lusófona

Publicado a • Modificado a

Petrolífera francesa Total lidera operações, em Cabo Delgado, Moçambique

media
Total, grupo francês, novo operador do bloco Área 1 da bacia do Rovuma, em Moçambique Reuters

A petrolífera francesa, Total lidera a partir de hoje as operações na área 1 da bacia do Rovuma, em Cabo Delgado, norte de Moçambique. Trata-se de um negócio que vai render aos cofres do estado em activos de mais-valias muitos milhões de dólares e o grupo francês vai assumir todos os compromissos assumidos pela Anadarko para com o estado moçambicano.


O grupo francês Total é o novo operador do bloco Área 1 da bacia do Rovuma, em Moçambique, um projecto de gás natural com reservas comprovadas de 75 biliões de pés cúbicos, após a compra dos activos da Anadarko.

Um negócio que vai render aos cofres do estado em activos de mais-valias muitos milhões de dólares, revelou a Directora Executiva do Grupo Occidental Vicki Hollub.  

"As mais-valias que serão pagas ao estado moçambicano em resultado desta transacção será de mais de 800 milhões de dólares e para ser mais precisa 880 milhões de dólares."

A total através do seu Director Executivo, Patrick Pouyanné garante que o grupo vai assumir todos os compromissos assumidos pela Anadarko para com o estado moçambicano. 

"Todos os trabalhadores moçambicanos que estavam a trabalhar para Anadarko estão a ser transferidos para a Total e damos as boas vindas a todos eles.

A prioridade é uma transacção agradável sem continuidade, vamos continuar com todos os compromissos da Anadarko serão arcados pela Total daqui em diante "

O processo de transição da Anadarko para a Total foi fechado num encontro em Manica entre as partes e contou com a presença do chefe de estado moçambicano.

De Maputo, o nosso correspondente, Orfeu Lisboa. 

Orfeu Lisboa, correspondente, em Maputo 28/09/2019 ouvir