rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Campanha eleitoral Moçambique Mortes Acidente Viaturas Rodovia Comício

Publicado a • Modificado a

Campanha eleitoral moçambicana novamente enlutada

media
Imediações de Songo, Província de Tete, em Moçambique. Sapo

Um acidente de viação ocorrido ontem em Songo, na província de Tete, com uma viatura transportando militantes da Frelimo que saiam de um comício do seu candidato presidencial provocou pelo menos 5 mortos e 61 feridos.


Pelo menos cinco simpatizantes da Frelimo morreram quando seguiam num camião de carga que se despistou pouco depois de iniciar viagem, resvalando por uma encosta abaixo numa zona montanhosa perto da vila de Songo, na província central de Tete. O incidente ocorreu após a saída do comício do candidato presidencial do partido no poder, Filipe Nyusi, a polícia apontando possíveis falhas mecânicas como causa do sucedido.

Das dezenas de feridos do acidente ocorrido este Domingo, pelo menos 17 estão em estado clínico reservado, segundo revelou a directora do Hospital Provincial de Tete Neide Duarte.

Este é o segundo caso de morte durante a campanha eleitoral em Moçambique. De recordar que no passado dia 11 de Setembro, 10 pessoas morreram asfixiadas ou albarroadas em consequência da saída desordenada de uma multidão de simpatizantes após um comício da Frelimo em Nampula, no norte do país. Segundo os órgãos eleitorais, eleva-se agora a 19 o número de mortos em 24 dos 43 dias reservados a campanha para as eleições gerais de 15 de Outubro.

Mais pormenores com Orfeu Lisboa.

Orfeu Lisboa, correspondente da RFI em Maputo 23/09/2019 ouvir