rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Campanha eleitoral Eleições gerais Moçambique Legislativas Presidenciais África Lusófona

Publicado a • Modificado a

Arrancou hoje campanha eleitoral para eleições gerais em Moçambique

media
Moçambique entra em campanha eleitoral para eleições gerais de 15 de outubro Roberto MATCHISSA / AFP

Moçambique, arrancou hoje a campanha eleitoral para as eleições gerais de 15 de outubro, tendo em liça 26 formações políticas e 4 candidatos às presidenciais. Todos prometem melhorar a vida dos moçambicanos e a situação política do país. A campanha eleitoral que arrancou neste sábado dura 43 dias.


26 partidos políticos e 4 candidatos presidenciais estão em liça para as eleições gerais de 15 de outubro, cuja campanha eleitoral arrancou este sábado.

Filipe Nyusi pela Frelimo concorre a um segundo mandato presidencial e no lançamento da sua campanha e em comício na cidade da Beira fez promessas apelando ao voto seguro.

"Vamos votar na Frelimo para desenvolvermos e continuarmos com o nosso trabalho." 

A Renamo que pela primeira vez têm Ossufo Momade como candidato presidencial garante o mandatário Venâncio Mondlane ser a aposta certa para o país. 

"Quem vai trazer boa educação, que vai trazer boa habitação para os jovens? Ossufo Momade !"

Já habituado a concorrer está Daviz Simango candidato presidencial do MDM. Fernando Bismarque membro do partido defende ser este a esperança dos moçambicanos. 

"Daviz Simango é a alternativa".

O Partido Acção do Movimento Unido para a Salvação Integral AMUSI que nas eleições autárquicas do ano passado foi o menos votado em Nampula, o seu candidato presidencial Mário Albino promete inclusão política.

"A primeira coisa é olhar a situação política em Moçambique que não está boa". 

Concorrem para as sextas eleições gerais marcadas para 15 de Outubro cuja campanha eleitoral arrancou neste sábado e por 43 dias, 26 partidos e 4 candidatos a eleição presidencial.

Nestas eleições, 12 milhões de moçambicanos irão eleger deputados, membros das assembleias provinciais e pela primeira vez os governadores provinciais. 

Orfeu Lisboa, correspondente, em Maputo 31/08/2019 ouvir