rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo
Convidado
rss itunes

Moçambique: Nyusi e Momade prometem acordo até Agosto

Por Cristiana Soares

Este domingo, Filipe Nyusi e Ossufo Momade reuniram-se no Chimoio. Um encontro entre o presidente de Moçambique e o presidente da Renamo, maior partido da oposição, que resultou no anúncio da assinatura de um acordo de paz definitivo até à primeira semana de Agosto.

Fora da mata da Gorongosa e passado um ano da morte do líder histórico da Renamo, Afonso Dhlakama, foi em Chimoio, capital da província de Manica, no interior centro do país, que os dois políticos apertaram a mão. Filipe Nyusi fala na “cessação definitiva ou acordo de paz definitiva”, Ossufo Momade em “acordo de cessar-fogo, muito importante para o país e para o mundo".

Para cumprir calendário, a possibilidade de um novo encontro ainda esse mês não está excluída.

As eleições gerais em Moçambique estão previstas para 15 de Outubro e Momade quer um sufrágio sem homens da Renamo no mato.

Nyusi e Momade discutem essencialmente o Desarmamento, Desmobilização e Reintegração dos homens da Renamo na Polícia e nos Serviços de Informação e Segurança do Estado.

Para analisar este encontro entre Ossufo Momade e Filipe Nyusi, a RFI ouviu Adriano Nuvunga, director da organização da sociedade civil moçambicana ADS, Associação Desenvolvimento e Sociedade.

 

Associação cabo-verdiana de França organiza jornada de inserção profissional

Moçambique: julgamento "dívida oculta" em simultâneo na África do Sul e EUA

António Francisco analisa o que está em jogo nas eleições moçambicanas

Moçambique: Frelimo diz que "falta de paz" foi entrave ao desenvolvimento

Moçambique: MDM denuncia “comando vertical” envolvido na violência