rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Renamo Investigação Moçambique Delegação Morte Polícia África Lusófona

Publicado a • Modificado a

Político da Renamo morto em Montepuez no norte de Moçambique

media
Delegação da Renamo em Sofala no centro de Moçambique Miguel Martins/RFI

Foi encontrado morto o delegado político da Renamo, em Montepuez, que estava desaparecido desde sexta-feira. A polícia diz estar já a investigar o caso e para o esclarecer, foram abertas várias linhas de investigação, sabendo, que o político da Renamo, tinha sido vítima de ameaças, nas eleições autárquicas.


É já uma certeza! Foi encontrado morto, Assane Luciano Alfredo, delegado político distrital da Renamo, em Montepuez, no extremo norte de Moçambique.

Dado como desaparecido, desde sexta-feira, Assane Luciano Alfredo, de 35 anos foi encontrado morto, 3 dias depois, em Montepuez, na província de Cabo Delgado, no extremo norte do país.

O corpo do malogrado, Assane Lucino Alfredo, foi encontrado a boiar no Rio Matipane, segundo o porta-voz da polícia ao nível da província, Augusto Guta.

"Neste momento, não podemos avançar muitos dados sobre o envolvimento de quem tenha sido, a pessoa que tenha cometido a morte, sob pena de desviarmos aquilo que a polícia está a fazer com vista ao esclarecimento com este caso".  

Segundo a polícia moçambicana, várias linhas de investigação foram abertas tendo em conta que o delegado político da Renamo, foi vítima de ameaças, logo após a divulgação dos resultados das eleições autárquicas de 10 de outubro.

Assane Lucino Alfredo, foi acusado de ter vendido votos ao partido vencedor do escrutínio, em 43 das 53 cidades e vilas autárquicas de Moçambique. 

De Maputo, o nosso correspondente, Orfeu Lisboa.

Orfeu Lisboa, correspondente, em Maputo 27/11/2018 ouvir