rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo
Convidado
rss itunes

Chumbos de candidaturas às autárquicas moçambicanas

Por Liliana Henriques

A menos de um mês das autárquicas de 10 de Outubro em Moçambique, a capital concentra alguns casos mediáticos de chumbos de candidaturas. Há poucos dias, depois de ter sido pressentido para liderar a lista da Frelimo em Maputo, Samora Machel Júnior, cabeça de lista da associação AJUDEM, viu a sua candidatura ser invalidada no passado dia 14 de Setembro.
Entretanto ontem, o Conselho Constitucional de Moçambique também chumbou o recurso interposto pela Renamo, maior força de oposição, com vista a tentar validar a candidatura de Venâncio Mondlane como seu cabeça de lista para a capital. A candidatura deste responsável que ainda há poucos meses era membro do MDM tinha sido rejeitada pela Comissão Nacional de Eleições com base no facto de Venâncio Mondlane ter sido membro do Conselho Municipal de Maputo e ter renunciado ao cargo em 2015, na altura para ser deputado do MDM.
Ao enunciar o que diz a lei sobre casos deste género, o analista moçambicano Elísio Macamo, professor no Departamento de Estudos Africanos da Universidade de Basileia na Suíça, explica que a CNE se limitou a responder a uma queixa apresentada pelo MDM, este sendo um procedimento legal.

 

Legislativas são-tomenses: as propostas do partido “Força do povo”