rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

África África Lusófona Moçambique Cabo Delgado Ataques

Publicado a • Modificado a

Novos ataques em Moçambique

media
Mapa de Moçambique com o distrito de Cabo Delgado em evidência André Koehne / Wikipédia

A polícia moçambicana não confirma e nem desmente o registo hoje de um novo ataque em cabo delgado, no norte do país, levado a cabo por homens desconhecidos em Quissanga, e na madrugada de segunda-feira em Changa no distrito de Nangade.


Uma aldeia em chamas são relatos que chegam, nesta terça-feira, do distrito de Nathuko em Quissanga, em resultado de mais uma acção de um grupo de homens desconhecidos.

A este episódio junta-se ainda outro ataque que ocorreu na madrugada de segunda-feira e no qual quatro pessoas perderam a vida.

A polícia não confirma, nem desmente a informação. O porta-voz do comando geral da polícia, Inácio Dina, refere que a prioridade é a manutenção da ordem e segurança, porém alerta para o facto de existirem cenários de desinformação.

“O engajamento, neste momento, é a consolidação e a reposição da ordem e segurança. Se há uma ou outra informação, neste momento, o que está a acontecer em Cabo Delgado é a consolidação de acções de reposição da ordem e segurança pública e também queríamos chamar atenção a possíveis cenários de desinformação”.

O porta-voz do comando geral da polícia, acrescenta que no terreno as forças de defesa e segurança estão a trabalhar para que a vida da população volte a normalidade. Inácio Dina garante ainda que a segurança está reforçada em Cabo Delgado para evitar novos ataques.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros do Reino Unido advertiu esta os britânicos para evitarem viajar para as áreas de Palma, Mocímboa da Praia e Macomia, no norte de Moçambique, devido a um aumento de ataques por "grupos ligados ao extremismo islâmico".

Correspondência de Orfeu Lisboa 12/06/2018 ouvir