rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Gás Agricultura Moçambique Empresas Cooperação/Desenvolvimento

Publicado a • Modificado a

Moçambique inaugura terminal de gás nacional e exterior

media
Moçambique produz gás liquefeito para consumo interno e exportação para países vizinhos HAIDAR MOHAMMED ALI / AFP

O chefe de estado moçambicano, inaugurou hoje, o maior e primeiro terminal oceânico construído de raiz após a independência nacional. Para Filipe Nyusi, esta infraestrutura vai contribuir para a disponibilidade de gás às províncias do centro e norte de Moçambique e países da região e vem retirar alguma pressão sobre as florestas. 


O presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, inaugurou, nesta segunda-feira, na cidade da Beira, no centro do país, o maior terminar oceânico de gás liquefeito moçambicano.

Um projecto da empresa estatal Petromac, com a capacidade de enchimento de cinco mil botijas de gás doméstico por dia.

Filipe Nyusi, apela assim para o maior uso das energias renováveis no país, tudo em nome, da preservação do ambiente. 

"O terminal inaugurado deve contribuir para elevar a disponibilidade do GPL, [Gás de Petróleo Liqufeito], para botijas de gozinha, diminuindo a presséao sobre a energia de biomassa, produzida a partir de lenha e carvão vegetal com ganhos ambientais importantes".

O projecto está avaliado em 38 milhões de dólares dos quais 31 financiados pelo Banco de exportação e importação da India, e os restantes sete milhões foram disponilizados pela empresa pública Petromoc. 

De Maputo, o nosso correspondente, Orfeu Lisboa.

Orfeu Lisboa, correspondente em Maputo 21/05/2018 ouvir