rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Terrorismo Moçambique Polícia Uganda Formação África África Lusófona

Publicado a • Modificado a

Uganda ajuda moçambicanos no combate ao terrorismo

media
Polícia moçambicana durante acções de manutenção da segurança e ordem no país AFP

A polícia moçambicana será capacitada no Uganda contra o terrorismo. De acordo com o chefe da diplomacia moçambicana, José Pacheco, a experiência deste país africano pode ser a solução para acabar com as ameaças de grupos armados que têm estado a levar a cabo ataques na região norte de Moçambique.


Membros da polícia moçambicana serão formados no Uganda contra o terrorrismo revela o ministro dos negócios Estrangeiros e Cooperação, José Pacheco e justifica a decisão. 

"Há matérias ligadas à segurança e ordem pública, tendo em conta que o Uganda enfrentou desafios com a agressão com grupos terroristas e por sinal temos estado desde o ano passado situações similares no norte do nosso país," declarou, à imprensa, o ministro moçambicano, José Pacheco. 

Pela primeira vez as autoridades governamentais moçambicanas admitem o facto de haver terrorismo levado a cabo por grupos no norte do país. A uma dada altura, chegou-se a falar em terroristas do Estado islâmico em Moçambique.

Assim, para combater o terrorismo, Moçambique, quer formar suas forças no Uganda, para combater os grupos que desde Outubro, do ano passado, têm estado a levar a cabo ataques na província de Cabo Delgado.

Esta decisão foi comunicada às autoridades moçambicanas pelo chefe de missão diplomática do Uganda acreditado, na capital moçambicana.  

De Maputo, o nosso correspondente, Orfeu Lisboa. 

Orfeu Lisboa, correspondente, em Maputo 15/05/2018 ouvir