rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Comemoração Enfermeiros Enfermeira Moçambique Estresse no trabalho Salário

Publicado a • Modificado a

Dia do enfermeiro assinalado na penúria em Moçambique

media
Dia do enfermeiro assinalado em Moçambique com reivindicações salariais e melhores condições de trabalho RFI/Sébastien Nemeth

Neste dia mundial do enfermeiro, em Moçambique, há muitas queixas da profissão que reclama melhores condições de trabalho e aumentos salarias adequados. O Presidente, Filipe Nyusi, já reconheceu o papel dos enfermeiros na sociedade e prometeu fazer tudo para melhorar a situação desse sector da saúde no país.


Mais um dia mundial do enfermeiro e destacamos aqui o caso de Moçambique, onde há um dos rácios mais baixos do mundo de enfermeiros. Aliás, neste dia, enfermeiros moçambicanos decidiram fazer uma série de reivindicações.

Os enfermeiros moçambicanos exigem do governo moçambicano melhores condições de trablaho, aumentos salariais e maior respeito da classe.

Estas preocupações dos enfermeiros moçambicanos são salientadas por Euclaudino Elias, que acredita ser possível encontrar soluções com os dirigentes.

"Reiteramos a nossa plena disposição de cultivar os valores do diálogo social, da estabilidade nas relações de trabalho e na procura de soluções dos problemas que afectam os trablahadores de saúde".

Este discurso dos enfermeiros moçambicano é apoiado pela governadora da província de Gaza, Stella Zeca.

"Têm razão, quando clamam por maior respeito e é nosso dever sempre que possível chamarmos à atenção para que possamos respeitar o profissional no geral e logicamente, como estamos no dia do enfermeiro, o enfermeiro, em particular."

Enfim, em comunicado, o chefe de Estado, Filipe Nyusi, reconhece o papel do enfermeiro e garante tudo fazer para melhor a vida destes profissionais de saúde cujo rácio por cidadão é ainda muito baixo no país. 

De Maputo, o nosso correspondente, Orfeu Lisboa. 

Orfeu Lisboa, correspondente em Maputo 12/05/2018 ouvir