rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Renamo África África Lusófona Moçambique Afonso Dhlakama Filipe Nyusi

Publicado a • Modificado a

"Forças da Renamo reintegradas até Junho"

media
Combatentes da Renamo, na Serra da Gorongosa em Moçambique AFP PHOTO / JINTY JACKSON

Em entrevista exclusiva ao jornal “O País”, Afonso Dhlakama garantiu que já começam a surtir efeitos do diálogo político com o chefe de estado moçambicano, Filipe Nyusi, nomeadamente, na questão da integração dos homens da Renamo nas forcas de defesa e segurança.


O líder do maior partido de oposição durante uma entrevista telefónica realizada pelo jornal “O País” disse que o processo de integração dos homens da Renamo nas forças de defesa e segurança inicia agora e deve estra terminado no próximo mês de Junho.

Afonso Dhlakama avançou ainda que a guarda pessoal e os elementos da Renamo nas bases serão “acantonados” e os que estiveram em condições poderão integrar as forças de segurança pública.

O Presidente da Renamo aproveitou ainda a ocasião para se pronunciar sobre as eleições intercalares de Nampula e sobre os órgãos eleitorais. Afonso Dhlakama denunciou as trocas de cadernos eleitorais que contribuíram para a taxa de abstenção que rondou os 75% na primeira volta das eleições intercalares de Nampula.

O líder da Renamo disse estar preocupado com esta situação e responsabilizou a Frelimo e o Secretariado técnico Administração Eleitoral pelo imbróglio eleitoral. Afonso Dhlakama alertou ainda para a necessidade de se verificaram os cadernos eleitorais para evitar que o episódio se repita no próximo dia 14 de Março.

Correspondência de Orfeu Lisboa 02/03/2018 ouvir