rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Moçambique Direitos Humanos Garimpeiros

Publicado a • Modificado a

Violações dos Direitos Humanos nas minas de rubis do norte de Moçambique

media
Têm sido já múltiplas vezes reportados casos de violações dos Direitos Humanos nas minas de rubis do norte do país. Club of Mozambique

A Comissão Nacional dos Direitos Humanos de Moçambique denunciou a persistência de casos de violação dos Direitos Humanos, com mortes, torturas e detenções arbitrárias nas minas de rubis em Namanhumbir, em Cabo Delgado, no norte do país.


Na sequência de um novo inquérito no terreno sobre as alegadas violações dos Direitos Humanos que vêm sendo reportadas nos últimos meses naquela zona do país, Ernesto Cassimuca que liderou a brigada da Comissão Nacional dos Direitos Humanos refere designadamente que um "grande número dos detidos na cadeia de Montepuez, 94 oriundos de Namanhumbir são acusados de exploração ilegal, mas há falta de provas”. Ao evocar a actuação da polícia Ernesto Cassimuca refere ainda que “há momentos em que são arrombadas as casas, à procura das vítimas ou das pessoas acusadas. Esta actuação, muitas vezes, cria insegurança”.

Não é a primeira vez que se fala do ambiente de medo que se teria instalado nesta zona de exploração de rubis. Já em meados do ano passado, gerou-se uma onda de indignação depois de circularem nas redes sociais imagens de violência contra garimpeiros naquela região. Já na altura, a Comissão Nacional dos Direitos Humanos mas igualmente a Comissão dos Direitos Humanos da Ordem dos Advogados de Moçambique tinham pedido esclarecimentos sobre esta situação. Mais pormenores com Orfeu Lisboa.

Orfeu Lisboa, correspondente da RFI em Maputo 29/01/2018 ouvir