rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Renamo Eleições Nampula Frelimo MDM Assassínio

Publicado a • Modificado a

Moçambique: 2a volta em Nampula Frelimo/Renamo

media
Delegação da Renamo em Nampula em 2012 AFP

Os resultados intermédios divulgados pela Comissão Provincial de Eleições de Nampula na tarde desta sexta feira (26) confirmam a realização da segunda volta da Eleição Intercalar para o município de Nampula no norte de Moçambique.


Amisse Cololo da Frelimo venceu a primeira volta desta quarta-feira com 44,5% e irá disputar a segunda volta para a presidência do Conselho Municipal de Nampula com Paulo Vanhale da Renamo, que ficou na segunda posição, com 40,3% dos votos.

E isto em eleições que decorreram com uma taxa de abstenção estimada em 80 por cento, com denúncias de várias violações segundo o porta voz nacional da Renamo José Manteigas.

E como nenhum dos canditados obteve os 50 por cento de votos mais um,  de acordo com a lei eletoiral moçambicana está aberto o espaço para a realização  de uma segunda volta.

 

Votos na urna e a respectiva percentagem

Amisse Cololo 31 980 equivalente a 44.5% ( FRELIMO )

Paulo Vanhale 28 930 equivalente a 40.03% (RENAMO )

Carlos Saíde  ( MDM ) 7253 equivalente a 10% ( MDM )

Mário Albino 3036 equivalente a 4.2% ( AMUSI )

Filomena Mutoropa 560 equivalente a 0,7% (PAHUMO )

As eleições em Nampula ocorrem após o assassínio do edil do MDM Mahamudo Amurane a 14 de Outubro passado, junto à sua residência em circunstâncias ainda por esclarecer.

As fortes chuvas que têm assolado a região nortenha de Moçambique terão tido impacto na preparação do escrutínio, com registo de atrasos na abertura de mesas de voto e um vasto rol de queixas dos vários partidos intervenientes incluindo denúncias do MDM, que até agora geria o município, por alegada utilização de meios públicos na campanha da Frelimo.

Confira aqui a correspondência de Maputo de Orfeu Lisboa.

Correspondência de Orfeu Lisboa 26/01/2018 ouvir