rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Madeira Moçambique África Lusófona África Polícia Tráfico Política

Publicado a • Modificado a

Moçambique: Nova apreensão de madeira ilegal

media
Têm sido tomadas várias medidas para evitar que o comércio ilegal continue a desenvolver-se. Pixabay/Moses

Foram apreendidos 476 contentores de madeiras no Porto da Beira, no centro de Moçambique. De acordo com as autoridades, a madeira estava prestes a ser exportada ilegalmente.


As autoridades moçambicanas anunciaram a apreensão, no Porto da Beira, no centro do país, de vários contentores contendo madeira em toros e de espécies protegidas, prestes a ser exportada, num processo, revela o Director-Geral da Agência de Controlo de Qualidade Ambiental Daniel Samuel, prenhe de irregularidades.

A apreensão, na segunda-feira, destes contentores de madeira no Porto da Beira acontece depois do governo moçambicano ter lançado em Março, a "Operação Tronco" tendo em vista a fiscalização de toda actividade de exploração florestal.

Esta iniciativa de fiscalização florestal que decorreu, em simultâneo nas províncias de Cabo Delgado, Nampula, Zambézia, Tete, Manica e Sofala resultou na apreensão de enormes quantidades de madeira abandonada nas matas e armazenada em estaleiros de operadores nacionais e estrangeiros, e que está agora a ser usada na produção e distribuição de carteiras escolares.

Prevêem as autoridades de educacão, que um total de 824.361 carteiras serão produzidas no período 2017-2018 o que vai também permitir que até ao final do quinquênio pouco mais de três milhões de crianças deixem de estudar sentadas no chão.

A “Operação Tronco”, realizada pelo Ministério da Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural, colocou em evidência a delapidação do património florestal por parte de alguns operadores que actuam à margem da lei.

Mais pormenores com o nosso correspondente Orfeu Lisboa.

Correspondência de Orfeu Lisboa 29/11/2017 ouvir