rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

África África Lusófona Cahora Bassa Barragem Energia

Publicado a • Modificado a

Barragem de Cahora Bassa sofre efeitos de seca severa

media
Seca em Moçambique. Imagem de arquivo. JOHN WESSELS / AFP

A seca severa registada nos últimos dois anos em grandes países da África austral, incluindo Moçambique, está a ter um impacto negativo na produção de energia na Barragem Hidroeléctrica de Cahora Bassa, localizada na província de Tete, no centro de Moçambique.


A preocupação foi manifestada pelo administrador da empresa, Nelson Bite,no dia em que se assinalam os 10 anos da reversão da barragem do governo português para o moçambicano. A cerimónia contou com a presença do chefe de Estado, Filipe Nyusi.

Em 2015, foi quando se produziu cerca de 17.000 GW/hora. No ano passado, desceu-se para 15.500 e, este ano, a nossa projecção é atingirmos 14.000 GW/hora. A quota, a 31 de Dezembro, de acordo com as nossas estimativas, é 317,5 metros, que são cerca de três metros abaixo daquilo que deveria ser”, afirmou Nelson Bite.

A barragem Hidroeléctrica de Cahora Bassa é a principal fonte de produção de energia para o consumo interno e também para a exportação para alguns dos países vizinhos como África do Sul, Zimbabwe, Malawi, Zâmbia e o Lesotho.

Reportagem de Orfeu Lisboa 27/11/2017 ouvir