rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo
Urgente
CAN2019: Cabo Verde perde com Tanzânia e complica contas

Governo Moçambique Vítimas Acidente Explosão

Publicado a • Modificado a

Moçambique: poderia subir número de vítimas de Caphiridzange

media
Explosão do camião cisterna em Caphiridzange,província de Tete,norte de Moçambique.17 de Novembro 2016 Folha de Maputo

Subiu para 73 mortos, segundo a Rádio Moçambique o balanço da explosão desta quinta-feira em Tete, no centro de país, de um camiao cisterna com combustível , enquanto um naufrágio em Inhambane, no sul do país causou pelo menos 2 mortos e 11 pessoas foram resgatadas com vida.


Ascende já a setenta o número de mortos resultantes da explosão de um camião cisterna em Caphiridzange, na provincia de tete, no centro de Mocambique. Receia-se que o numero venha a aumentar , uma vez que 71 pessoas continuam hospitalizadas ,das quais 21 em estado crítico de acordo com o diagnóstico avançado por Ussene Isse, director nacional da saude de Moçambique. Treze das vítimas do acidente foram enterradas na sexta-feira numa vala comum.As queimaduras extremas de que foram objecto os corpos , impediram a sua identificação por parte das autoridades competentes.Segundo membros do governo provincial de Tete,as treze vítimas estavam inteiramente carbonizadas.

 Informações oficiosas revelam que a tragédia ocorreu quando populares tentavam tirar combustível de um camião-tanque estacionado em Caphiridzange. Semelhante prática é corrente e envolve revendores informais, bem como alguns camionistas.Caphiridzange, situada no interior de Moatize é uma comunidade formada essencialmente por carvoeiros, a norte de Tete, na estrada N7 , que liga Moçambique ao Malawi.Devido à pessoas gravemente feridas, o número de vítimas da tragédia poderia aumentar.  O governo moçambicano decretou luto nacional de três dias a partir de meia-noite de sábado.

Correspondência Orfeu Lisboa . Maputo 19/11/2016 ouvir

 Também na província moçambicana de Sofala registou-se às 05 horas e 31 minutos locais de sábado , no distrito de Cheringoma , um sismo de magnitude de 4.6 graus , na escala de Richter . Os distritos de Gorongoza, Maringwe, Caia e Muanza, situados na mesma província foram igualmente abalados pela frequência da actividade sísmica. Segundo o Instituto Moçambicano de Minas(INAMI) até ao momento não foi identificado a perda de vidas humanas , assim como danos materiais.