rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo
Urgente
Theresa May adia votação do acordo do Brexit no Parlamento

Guiné-Bissau Aristides Gomes José Mário Vaz Política Cipriano Cassamá

Publicado a • Modificado a

Guiné-Bissau: Aristides Gomes esclarece deputados

media
Aristides Gomes, primeiro-ministro da Guiné-Bissau, Lisboa 6 de Junho de 2018. Lusa

Na Guiné-Bissau teve hoje lugar a sessão de perguntas no parlamento ao primeiro-ministro, Aristides Gomes. Recenseamento, greve dos professores, FMI e legislativas foram alguns dos temas abordados.


Várias vezes adiada, teve lugar esta quarta-feira a sessão de perguntas no parlamento ao primeiro-ministro.

Os deputados quiseram interpelar Aristides Gomes sobre várias questões da vida nacional e, para o efeito, o primeiro-ministro esteve no Parlamento durante cerca de quatro horas para responder aos deputados.

Recenseamento eleitoral, greve dos professores das escolas públicas, programa de assistência com o Fundo Monetário Internacional e marcação de data das eleições legislativas foram algumas das questões abordadas.

Sobre o recenseamento eleitoral, Aristides Gomes tranquilizou aos deputados, dizendo-lhes que não há fraude nenhuma e que quem tiver dúvidas pode contactar a administração do processo.

Em relação à greve dos professores, o chefe do Governo guineense afirmou ser difícil o entendimento entre o executivo e os docentes, uma vez que a classe dos professores não aceita as propostas indicadas pelo elenco governativo.

Aristides Gomes garantiu aos deputados que são falsas as indicações de que o FMI suspendeu a assistência ao Governo e, também, prometeu que a data das eleições será oportunamente anunciada pelo chefe de Estado.

O presidente do Parlamento, Cipriano Cassamá, gostou das explicações do primeiro-ministro, mas pediu para que tudo seja feito para que as eleições legislativas não passem do mês de janeiro de 2019.

Com a colaboração de Mussá Baldé, correspondente em Bissau.

Correspondência de Bissau 05/12/2018 ouvir