rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo
Desporto
rss itunes

Miguel Cardoso e Pelé estrearam-se na “Ligue 1”

Por RFI

No magazine Desporto, destaque para dois estreantes no futebol francês: o médio e internacional guineense Pelé, no Mónaco, e o treinador português Miguel Cardoso, no Nantes. Na jornada inaugural da “Ligue 1”, no sábado, o Nantes perdeu, em casa, por 3-1 frente ao Mónaco.

O primeiro embate entre Pelé e Miguel Cardoso - que representaram o Rio Ave, em Portugal, na temporada passada - aconteceu logo na jornada inaugural da “Ligue 1”, no sábado.  Em casa, face ao Mónaco treinado pelo português Leonardo Jardim, o Nantes perdeu por 3-1.

O novo treinador do Nantes, Miguel Cardoso, falou à RFI sobre o “prazer” que tem em treinar um “clube histórico” e sobre o seu “projecto de construcção de uma equipa a dois anos”.

No banco de suplentes do Mónaco, ficou o médio e internacional guineense, Pelé, que se mostrou feliz por passar a fazer parte do plantel treinado por Leonardo Jardim e espera dar o seu contributo ao longo da temporada. Pelé é o único internacional guineense no campeonato de França da primeira divisão.

Também satisfeito com o encontro inaugural, o avançado e internacional português Rony Lopes, que apontou o primeiro golo do Mónaco. Rony Lopes acredita que é possível lutar pelo título. 

Outro português a sair do jogo satisfeito foi o treinador do Mónaco, Leonardo Jardim, que lembrou que a temporada é longa e que há que pensar já no próximo jogo.

(Declarações recolhidas no Estádio La Beaujoire, em Nantes, pelo jornalista Marco Martins - para ouvir no programa.)

No resto da primeira jornada, os favoritos ao título venceram: o Marselha ganhou por 4-0 o Toulouse; o Paris Saint-Germain derrotou o Caen por 3-0 e o Lyon venceu o Amiens por 2-0.

Na I Liga portuguesa, no topo da classificação, o campeão FC Porto venceu o Chaves por 5-0, o Benfica venceu o Vitória de Guimarães por 3-2, o Sporting venceu o Moreirense por 3-1; o Sporting de Braga venceu o Nacional por 4-2

 

Nélson Évora de ouro

Nos Europeus de atletismo que terminaram este domingo, em Berlim, Nélson Évora conquistou a medalha de ouro na prova do triplo salto. Um salto de 17,10m que levaram o atleta português, de 34 anos, a alcançar um título que lhe faltava num currículo onde sobressaem, também, o ouro olímpico (2008) e mundial (2007). Esta foi a segunda medalha de ouro de Portugal nos Europeus depois da vitória de Inês Henriques nos 50km marcha.