rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo
Urgente
CAN2019: Cabo Verde perde com Tanzânia e complica contas

Guiné-Bissau CEDEAO José Mário Vaz Crise política

Publicado a • Modificado a

CEDEAO sanciona 19 personalidades guineenses

media
Assembleia Nacional Popular da Guiné-Bissau. ISSOUF SANOGO / AFP

A Comunidade Económica de Estados da África Ocidental (CEDEAO) divulgou hoje a lista de sanções contra 19 individualidades guineenses entre as quais se encontra o Procurador-geral da República, Bacari Biai.


Esta lista é divulgada como consequência ao incumprimento do Acordo de Conacri proposto pela CEDEAO em Outubro de 2016 com o objectivo de acabar com a crise política na Guiné-Bissau e eleger um primeiro-ministro de consenso.

Começaram a ouvir-se reacções das 19 personalidades guineenses sancionadas pela CEDEAO por alegados entraves ao Acordo de Conacri. Braima Camará, o coordenador do grupo dos 15 deputados expulsos do PAIGC, alega que ainda que não tinha sido notificado oficialmente sobre o castigo, mas que está de consciência tranquila porque "quem não deve não teme".

Braima Camará, coordenador do grupo dos 15 deputados expulsos do PAIGC 07/02/2018 ouvir

Na lista dos sancionados constam: Braima Camará, Rui Dia de Sousa, Soares Sambu, Abel da Silva Gomes, Manuel Nascimento Lopes, Eduardo Mamadu Balde, Maria Aurora Abissa Sano, todos deputados expulsos do PAIGC.

Mas ainda o secretário-geral do Partido da Renovação Social (PRS), Florentino Mendes Pereira, o vice-presidente do mesmo partido e ministro das Pescas no Governo demissionário, Orlando Mendes Viegas, o líder do grupo parlamentar do PRS,Certório Biote, e o dirigente da mesma formação política, Domingos Quade.

Ainda do PRS são alvo de sanções Carlitos Barai e Domingos Malu, actual e antigo ministro da Saúde Pública.

Constam ainda na lista o antigo Procurador-geral da República António Sedja Man e o actual titular deste órgão, Bacari Biai, o ministro do Interior do Governo demissionário, Botche Cande, Herson Gougjabi Vaz, filho do Presidente guineense, e os também ministros do Comércio, Victor Madinga, e do Turismo, Fernando Vaz.

Mais informação com o nosso correspondente em Bissau, Mussá Baldé.

Correspondência de Bissau, Mussá Baldé 07/02/2018 ouvir