rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Guiné-Bissau Banco Desenvolvimento

Publicado a • Modificado a

BAD reforça cooperação na Guiné-Bissau

media
Rua de Bissau ISSOUF SANOGO / AFP

Uma missão do Banco Africano de Desenvolvimento encetou hoje em Bissau contactos com as autoridades no intuito de delinear uma revisão conjunta da cooperação com o país.


Na Guiné-Bissau, uma missão de alto nível do Banco Africano do Desenvolvimento (BAD) iniciou a revisão da carteira de projectos no âmbito do documento estratégico de Cooperação 2015-2019.

O BAD anunciou que a partir do próximo ano, vai transformar o seu escritório de ligação em gabinete de representação para as operações do banco na Guiné-Bissau.

O anúncio foi feito pelo ministro da Economia e Finanças à saída de um encontro com a Directora-geral Adjunta do BAD para África Ocidental que se encontra de visita no país.

O Ministro Joao Aladje Fadia afirmou que o governo de Bissau solicitou um apoio orçamental, aguardando a resposta, mas que a grande novidade desta missão de alto nível tem a ver com a transformação do escritório BAD na Guiné-Bissau.

O governo de Bissau elege como prioridade nesta cooperação com o BAD, os sectores da agricultura, infraestruturas e das Águas.

A Diretora Geral Ajunta do BAD para África Ocidental, Marie-Laure Akin-Olugbade, disse que a carteira de financiamento de projectos na Guiné-Bissau actualmente é de cinquenta e seis milhões de dólares, tendo investido desde 2015 entre 350 a 420 milhões de dólares americanos nos domínios da Energia, Agricultura e Infraestruturas.

Até amanhã, a missão de alto nível do BAD, para além da revisão à meio percurso do documento estratégico da cooperação 2015-2019, discute com as autoridade de Bissau aspetos ligados ao desenvolvimento macroeconómico, desafios e perspetivas a medio prazo como nos explica em serviço especial para a RFI, Aliu Candé.

Correspondência Guiné-Bissau 04/12/2017 ouvir