rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Guiné-Bissau Desporto Sida Doença Saúde Futebol África África Lusófona HIV

Publicado a • Modificado a

Guiné-Bissau: Futebol ajuda na luta contra a sida

media
ONUSIDA

Na Guiné-Bissau o Secretariado Nacional de Luta Contra Sida e a Associação dos Treinadores de Futebol do país promovem, neste domingo 8 de Outubro em Bissau no Estádio Lino Correia, um jogo de futebol cuja receita do encontro irá reverter a favor da luta contra o HIV/Sida.


O jogo, cuja a receita vai para a luta contra a SIDA, é entre a seleção de sub-20 da Guiné-Bissau e a selecção do campeonato inter-bairros 2017, decorrendo no Estádio Lino Correia em Bissau.

A luta contra o HIV/Sida é um assunto que sensibiliza toda a população, sendo que o futebol é uma actividade de massa. Com esta iniciativa o objectivo é chamar atenção da sociedade sobre a importância de lutar contra esta doença que afecta toda a população, em particular as camadas jovens.

Califa Cassamá, secretário executivo guineense da luta contra Sida, explicou-nos as razões desta iniciativa, começando por abordar o aspecto económico.

Califa Cassamá, secretário executivo guineense da luta contra SIDA 08/10/2017 ouvir

O Secretariado Nacional de Luta Contra Sida (SNLS) é o braço operacional do conselho nacional de luta contra a Sida e tem como tarefas, assegurar a coordenação técnica e a gestão quotidiana e territorial da luta contra a Sida, bem como mobilizar e gerir recursos financeiros, matérias e humanos necessários para a implementação da resposta nacional.

De notar que a taxa de prevalência do HIV/Sida na Guiné-Bissau é de 3,3% e estima-se que cerca de 11 mil pacientes estão em tratamento anti-retrovirais em todo o território nacional.

De referir ainda que os bilhetes para o jogo deste domingo foram vendidos pelo preço simbólico de 100 Francos CFA. No entanto é de lembrar que qualquer pessoa pode contribuir pessoalmente para a luta contra o HIV/Sida.