rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Guiné-Bissau Assalto Comunicação Social Portugal

Publicado a • Modificado a

Assalto às delegações da Lusa e RTP em Bissau

media
Delegação da RTP em Bissau. DR

Na noite de ontem para hoje foram assaltadas as delegações guineenses da agência noticiosa portuguesa Lusa assim como do canal público português RTP que se encontram no mesmo edifício em Bissau. Sabe-se que foram levados pelo menos um telemóvel e 4 computadores, dois dos quais pertencentes à RTP, os outros dois à Lusa. Agentes da polícia judiciária deslocaram-se logo de manhã para os locais no intuito de recolher dados.


Neste momento, ainda pouco se sabe sobre as circunstâncias do sucedido. O certo é que o roubo dos computadores da RTP que serviam para edição de imagens teve por consequência de paralisar por enquanto o trabalho dos repórteres no terreno, uma vez que ficam impossibilitados de enviar os seus conteúdos para a sede da televisão pública portuguesa em Lisboa.

Esta ocorrência aconteceu num momento particularmente delicado na Guiné-Bissau mergulhada na crise há mais de um ano e meio, com uma crescente crispação entre os actores políticos e com os meios de comunicação social a serem por vezes também questionados no tratamento dado a esta situação.

Contactado em Lisboa onde se encontra actualmente, o delegado da Lusa e da RTP de Bissau, Luís Fonseca, faz o ponto da situação e considera que apesar do clima político tenso que se tem vivenciado na capital guineense, não foram encontrados elementos levando a pensar que haja uma relação directa entre este contexto de crise e o assalto de ontem à noite.

Luís Fonseca, delegado da Lusa e da RTP de Bissau 15/03/2017 ouvir