rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

França Morte Polícia Justiça Desaparecimento

Publicado a • Modificado a

França: identificado corpo de jovem lusodescendente

media
Homenagem em Nantes a Steve Maia Canico, jovem que tinha desaparecido a 21 de Junho passado. LOIC VENANCE / AFP

O corpo de Steve Maia Caniço foi formalmente identificado nesta terça-feira pelas autoridades. O cadáver tinha sido resgatado na véspera no rio Loire. O jovem lusodescendente tinha desaparecido a 22 de Junho em Nantes, Oeste da França, à margem de uma carga policial na área.


O jovem de 24 anos não sabia nadar.

O Procurador de Nantes Pierre Sennès confirmou a abertura de uma investigação por homicídio involuntário.

O corpo descoberto nesta segunda-feira estava em avançado estado de decomposição quando foi resgatado de uma área próxima do local do seu desparecimento.

Na noite da "Festa da música", assinalada a 21 de Junho, dia do Solstício de verão no hemisfério Norte, houve tumultos em Nantes.

Por volta das 4h30 de dia 22 a polícia interveio para exigir o fim de um concerto.

As autoridades procuraram exigir a dispersão dos participantes, alguns dentre eles teriam caído ao rio numa área sem muro de protecção.

A polícia, por seu lado, afirma que os seus efectivos tinham sido apedrejados e  agredidos com garrafas por parte de populares.

A advogada da família Cécile de Oliveira afirmou ao canal televisivo BFM TV que os pais de Steve estavam "em estado de choque".

Apreciador de música "tecno" Steve era animador no meio escolar e residia com o pai em Treillières, perto de Nantes.

Ao longo deste mais de um mês de desaparecimento um vasto leque de buscas foi efectuado por voluntários.

Estas buscas foram intensificadas na semana passada com recurso a uma embarcação da polícia que conseguiu resgatar o corpo do jovem lusodescendente nesta segunda-feira.

A autópsia permitiu levantar quaisquer dúvidas quanto à identidade do cadáver encontrado no rio Loire.